Covid-19

31 agosto 2021, 15h43

COVID-19

[EM ATUALIZAÇÃO]

Números de agosto: acompanhe aqui a divulgação diária do boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS) em Portugal.

31 DE AGOSTO

DGS, 31 de agosto, relatório de situação COVID-19

PORTUGAL: SIC Notícias [14h02] | 1908 novos casos de infeção. "Portugal contabiliza nesta terça-feira mais 13 mortes e 1908 novos casos de COVID-19, segundo o relatório diário da Direção-Geral da Saúde (DGS).

Desde o início da pandemia, Portugal já registou 17 743 mortes e 1 037 927 casos de infeção pelo vírus SARS-CoV-2, estando esta terça-feira ativos 44 087 casos, menos 1494 em relação ao dia anterior.

O boletim da DGS revela que estão internados 677 doentes, menos 28 do que na segunda-feira. Nos cuidados intensivos estão 136 doentes, menos 13.

Os dados indicam ainda que mais 3389 doentes foram dados como recuperados nas últimas 24 horas, fazendo subir para 976 097 o número total de recuperados desde o início da pandemia em Portugal.

As autoridades de saúde têm sob vigilância 44 930 contactos, menos 397 relativamente a segunda-feira.

A área de Lisboa e Vale do Tejo e a região Norte têm 71,4% do total das novas infeções verificadas nas últimas 24 horas.

A região de Lisboa e Vale do Tejo registou 619 novas infeções e contabilizou até agora 402 852 casos e 7588 mortos. Na região Norte foram registadas 744 novas infeções por SARS-CoV-2, totalizando 399 633 casos de infeção e 5509 mortes desde o início da pandemia.

No Centro registaram-se mais 292 casos, acumulando-se 138 294 infeções e 3093 mortos. No Alentejo foram assinalados mais 82 casos, totalizando 37 257 infeções e 1006 mortos desde o início da pandemia. Na região do Algarve o boletim regista 141 ovos casos, acumulando-se 39 641 infeções e 434 mortos.

A região Autónoma da Madeira registou 21 novos casos, somando 11 709 infeções e 72 mortes devido à COVID-19 desde março de 2020. Os Açores têm nove novos casos, contabilizando 8541 casos e 41 mortos desde o início da pandemia."

30 DE AGOSTO

DGS, 30 de agosto, relatório de situação COVID-19

PORTUGAL: Diário de Notícias [14h21] | 1072 novos casos de infeção. "Foram confirmados, nas últimas 24 horas, 1072 novos casos de COVID-19 em Portugal, segundo o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde. Relatório desta segunda-feira (30 de agosto) indica que morreram mais nove pessoas devido à infeção por SARS-CoV-2.

No que se refere à situação nos hospitais, o número de internados volta a ultrapassar os 700 num dia em que se registaram mais sete hospitalizações, totalizando 705. Há agora 149 doentes em unidades de cuidados intensivos (mais um face ao que foi reportado no domingo).

Os dados da matriz de risco também foram atualizados, sendo que o índice de transmissibilidade, R(t), mantém-se estável, situando-se nos 0,98 a nível nacional e 0,99 no continente.

Já em relação à taxa de incidência a 14 dias regista-se uma descida. Passa de 312,7 para 297,7 casos de COVID-19 por 100 mil habitantes em todo o território nacional. No continente, a incidência está agora nos 303,3 infetados por 100 mil habitantes (antes era de 317,7).

O Norte mantém-se como a região com maior número de novos casos (481) enquanto Lisboa e Vale do Tejo reporta mais 281 infeções.

Verificam-se também 127 novos casos no Algarve, 88 no Centro, 73 no Alentejo, 14 na Madeira e oito nos Açores.

Com estes dados, Portugal soma, desde o início da pandemia, 1 036 019 diagnósticos de COVID-19 e 17 730 mortes.

Dos óbitos registados em 24 horas, três ocorreram na região da capital, dois no Norte, dois Centro, um no Alentejo e um no Algarve."

29 DE AGOSTO

DGS, 29 de agosto, relatório de situação COVID-19

PORTUGAL: SIC Notícias [14h02] | 1782 novos casos de infeção. "Portugal contabiliza neste domingo mais 10 mortes e 1782 novos casos de COVID-19, segundo o relatório diário da Direção-Geral da Saúde (DGS).

Desde o início da pandemia, Portugal já registou 17 721 mortes e 1 034 947 casos de infeção pelo vírus SARS-CoV-2, estando hoje ativos 45 659 casos, mais 702 em relação a ontem.

O boletim da DGS revela que estão internados 698 doentes, mais 41 do que ontem.

Nos cuidados intensivos estão 148 doentes, mais 5.

Os dados indicam ainda que mais 1070 doentes foram dados como recuperados, fazendo subir para 971 567 o número total de recuperados desde o início da pandemia em Portugal, em março de 2020.

As autoridades de saúde têm sob vigilância 45 959 contactos, menos 764 relativamente ao dia anterior."

28 DE AGOSTO

Boletim

PORTUGAL: RTP [14h43] | Mais oito óbitos e 2374 novos casos. "De acordo com o boletim epidemiológico, Portugal regista mais oito óbitos e 2374 novos casos. Recuperaram da doença mais 2835 pessoas, aumentando o total de recuperados para 970 497.

Há menos 18 pessoas internadas em enfermaria (657 no total) e menos uma em cuidados intensivos, num total de 143 internamentos.

Do total de novos casos, 910 foram registados na região norte, 773 em Lisboa e Vale do Tejo, 332 no centro, 1859 no Algarve e 179 no Alentejo. Foram ainda reportadas 27 novas infeções na Madeira e 18 nos Açores.

Do total de óbitos, quatro foram registados em Lisboa e Vale do Tejo, dois no Norte e ou outros dois no Centro.

O boletim reporta ainda menos 469 casos ativos (44 957 no total) e menos 250 contactos em vigilância (46 723 no total).

Desde que foi identificado o primeiro caso de Covid-19 em Portugal já foram confirmadas 1 033 165 infeções e 17 711 mortes associadas à doença."

27 DE AGOSTO

DGS, 27 de agosto, relatório de situação COVID-19

PORTUGAL: Rádio Renascença [14h02] | 2370 novos casos de infeção. "Portugal regista nesta sexta-feira mais 14 mortes e 2370 novos casos de COVID-19, indica o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS).

Nos hospitais há um total de 675 pessoas internadas com COVID-19, em enfermaria e cuidados intensivos. São mais cinco pacientes em relação ao dia anterior.

Em unidades de cuidados intensivos (UCI) o número de internados desce para 144, uma descida de seis doentes.

Portugal tem agora 45 426 casos ativos (mais seis) e recuperaram da doença 2336 pessoas nas últimas 24 horas, refere a DGS.

Desde a chegada da pandemia ao país, em março do ano passado, estão confirmados 17 703 óbitos e um milhão e 30 mil casos (1 030 791).

Na matriz de risco, o índice de transmissibilidade (Rt) subiu esta sexta-feira de 0,98 para 0,99.

A taxa de incidência nacional é de 312,7 casos de COVID-19 por 100 mil habitantes. No continente é superior: 317,7 casos por 100 mil habitantes.

Numa análise por regiões, Lisboa e Vale do Tejo ultrapassa hoje os 400 mil casos de COVID-19 desde o início da pandemia, com 772 novas infeções no último dia."

26 DE AGOSTO

DGS, relatório de situação COVID-19

PORTUGAL: SIC Notícias [14h01] | 2552 novos casos de infeção. "Portugal contabiliza nesta quinta-feira mais 15 mortes e 2552 novos casos de COVID-19, segundo o relatório diário da Direção-Geral da Saúde (DGS).

Desde o início da pandemia, Portugal já registou 17 689 mortes e 1 028 421 casos de infeção pelo vírus SARS-CoV-2, estando hoje ativos 45 408 casos, mais 418 em relação a ontem.

O boletim da DGS revela que estão internados 670 doentes, menos 18 do que ontem.

Nos cuidados intensivos estão 150 doentes, mais seis face a quarta-feira.

Os dados indicam ainda que mais 2119 doentes foram dados como recuperados nas últimas 24 horas, fazendo subir para 965 324 o número total de recuperados desde o início da pandemia em Portugal.

As autoridades de saúde têm sob vigilância 46 610 contactos, menos 91 relativamente a ontem."

25 DE AGOSTO

DGS, relatório de situação COVID-19

PORTUGAL: Diário de Notícias [14h09] | 3062 novos casos de infeção. "Portugal registou, nas últimas 24 horas, 3062 novos casos de COVID-19, segundo o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). Relatório desta quarta-feira (25 de agosto) indica também que morreram mais 16 pessoas devido à doença.

No que se refere à pressão nos hospitais portugueses, o número de internamentos volta a descer. Estão agora 688 doentes internados com a COVID-19 (menos 28 face ao que foi reportado na terça-feira), dos quais 144 em unidades de cuidados intensivos (menos quatro).

Foram atualizados também os valores que fazem parte da matriz de risco, sendo que o índice de transmissibilidade, o chamado R(t), mantém-se inalterado nos 0,98.

Já em relação à taxa de incidência a 14 dias regista-se uma ligeira subida. Passou de 310,4 para 312,8 infetados por 100 mil habitantes a nível nacional. No continente, a incidência situa-se nos 317,1 casos por 100 mil habitantes (antes era de 314,6).

O boletim da DGS indica que Lisboa e Vale do Tejo, com 966 novos casos e a região Norte, com 1124, têm 68,2% do total das novas infeções."

24 DE AGOSTO

DGS, relatório de situação COVID-19

PORTUGAL: SIC Notícias [14h02] | 2261 novos casos de infeção. "Portugal contabiliza nesta terça-feira mais 13 mortes e 2261 novos casos de COVID-19, segundo o relatório diário da Direção-Geral da Saúde (DGS).

Desde o início da pandemia, Portugal já registou 17 658 mortes e 1 022 807 casos de infeção pelo vírus SARS-CoV-2, estando hoje ativos 44 180 casos, menos 1362 em relação a ontem.

A área de Lisboa e Vale do Tejo, com 684 novos casos e a região Norte, com 792, têm 65,2% do total das novas infeções verificadas nas últimas 24 horas.

As mortes ocorreram na região de Lisboa e Vale do Tejo (3), na região Norte (5), na região Centro (2) no Algarve (3).

Relativamente às idades das vítimas, nove tinham mais de 80 anos, uma entre os 70 e os 79, duas entre os 60 e os 69 e uma entre os 50 e os 59 anos.

O boletim da DGS revela que estão internados 716 doentes, menos 17 do que ontem.

Nos cuidados intensivos estão 148 doentes, menos 3.

Os dados indicam ainda que mais 3610 doentes foram dados como recuperados, fazendo subir para 960 969 o número total de recuperados desde o início da pandemia em Portugal, em março de 2020.

As autoridades de saúde têm sob vigilância 47 576 contactos, menos 1369 relativamente ao dia anterior.

Sobre a caracterização etária dos novos casos de infeção confirmados, é nos jovens entre os 20 e os 29 anos (homens e mulheres) que se registaram mais casos, com mais 566 infetados nas últimas 24 horas.

Seguem-se as faixas etárias entre os 10 e os 19 anos (467 novos casos) e entre os 30 e os 39 anos (278 novos casos).

A região de Lisboa e Vale do Tejo, com a notificação de 684 novas infeções, contabiliza até agora 398 166 casos e 7554 mortos.

Na região Norte foram registadas 792 novas infeções por SARS-CoV-2, totalizando 393 887 casos de infeção e 5489 mortes desde o início da pandemia.

Na região Centro registaram-se mais 363 casos, acumulando-se 136 134 infeções e 3075 mortos.

No Alentejo foram assinalados mais 216 casos, totalizando 36 387 infeções e 1004 mortos desde o início da pandemia.

Na região do Algarve o boletim regista 161 novos casos, acumulando-se 38.270 infeções e 424 mortos.

A região Autónoma da Madeira registou 32 novos casos, somando 11 523 infeções e 72 mortes devido à covid-19 desde março de 2020.

Os Açores têm hoje 13 novos casos, contabilizando 8440 casos e 40 mortos desde o início da pandemia."

 

23 DE AGOSTO

DGS relatório de situação COVID-19

PORTUGAL: Rádio Renascença [14h01] | 1126 novos casos de infeção. "Portugal regista nesta segunda-feira mais seis mortes e 1126 novos casos de COVID-19, indica o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS).

Nos hospitais estão internadas 733 pessoas, são mais 25 pacientes em comparação com o dia anterior.

Em unidades de cuidados intensivos (UCI) há menos uma pessoa internada, num total de 151.

Os casos ativos aumentaram para 45 542 (mais 77) e 1043 portugueses recuperaram da doença nas últimas 24 horas.

Desde a chegada da pandemia a Portugal, em março do ano passado, estão confirmadas 17 645 mortes e mais de um milhão e 20 mil casos (1 020 546).

Em relação à matriz de risco, a taxa de incidência nacional desce de 312,3 para 310,4 casos de COVID-19 por 100 mil habitantes. No continente caiu de 316,6 para 314,6 casos por 100 mil habitantes

O índice de transmissibilidade (Rt) mantém-se em 0,98 no conjunto do país e no continente.

Numa análise por regiões do boletim da DGS desta segunda-feira, o Norte é a região com maior número de novos casos (462) e registou duas mortes no último dia.

Lisboa e Vale do Tejo (LVT) tem 321 infeções e duas vítimas mortais, seguida do Algarve com uma morte e 169 novos casos.

A região Centro contabiliza uma morte e 108 novos casos e o Alentejo 18 infeções.

Nas regiões autónomas, a Madeira regista 38 casos e os Açores 10 infeções."

22 DE AGOSTO

Boletim diário de Covid-19

PORTUGAL: RTP [14h40] 2112 novos casos de infeção. "O mais recente boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde [DGS] reporta mais 2112 casos confirmados de COVID-19 e nove mortes associadas à doença.

Os internamentos aumentaram nas últimas 24 horas. Há agora 708 doentes internados [mais 27 do que no dia anterior], dos quais 152 em unidades de cuidados intensivos [mais sete do que na véspera]. 

Do total de novos casos, 802 foram reportados na região Norte, 657 em Lisboa e Vale do Tejo, 309 na região entro, 198 no Algarve e 62 no Alentejo. Foram ainda registadas mais 58 infeções na Madeira e 26 nos Açores.

Do total de óbitos, cinco foram registados em Lisboa e Vale do Tejo, dois na região Norte, um no centro e outro no Algarve. 

O boletim reporta ainda mais 1226 recuperados, aumentando o total para 956 316. Há ainda mais 877 casos ativos [45 465 no total] e menos 283 contactos em vigilância [50 355 no total].

Desde que foi identificado o primeiro caso de COVID-19 em Portugal já foram confirmados 1 019 420 casos e 17 639 óbitos associados à doença."

21 DE AGOSTO

DSG

PORTUGAL: SIC Notícias [15h30] | 2676 novos casos de infeção. "Portugal contabiliza neste sábado mais 8 mortes e 2676 novos casos de COVID-19, segundo o relatório diário da Direção-Geral da Saúde (DGS).

Desde o início da pandemia, Portugal já registou 17 630 mortes e 1 017 308 casos de infeção pelo vírus SARS-CoV-2, estando neste sábado ativos 44 588 casos, mais 328 em relação a quinta-feira.

O boletim da DGS revela que estão internados 681 doentes, menos seis do que na sexta-feira. Nos cuidados intensivos estão 145 doentes, mais 2.

Os dados indicam ainda que mais 2996 doentes foram dados como recuperados, fazendo subir para 955 090 o número total de recuperados desde o início da pandemia em Portugal, em março de 2020.

As autoridades de saúde têm sob vigilância 50 638 contactos, menos 389 relativamente ao dia anterior.

Lisboa e Vale do Tejo, com 885 novos casos, e a região Norte, com 911, são as áreas onde se localiza a grande maioria das novas infeções verificadas nas últimas 24 horas. As mortes ocorreram na região de Lisboa e Vale do Tejo (seis) e no Norte (duas)."

20 DE AGOSTO

DGS relatório de situação COVID-19

PORTUGAL: Diário de Notícias [14h42] | 2507 novos casos de infeção. "Em dia de reunião extraordinária do Conselho de Ministros, o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS) indica que Portugal confirmou, nas últimas 24 horas, 2507 novos casos de COVID-19 e nove mortes.

O relatório desta sexta-feira dá conta de que há 687 pessoas internadas com COVID-19 (menos um doente face ao reportado na quinta-feira). Nas unidades de cuidados intensivos o número sobe para os 143 (mais dois).

A taxa de incidência a 14 dias desce ligeiramente para 312,3 casos por 100 mil habitantes a nível nacional (na última atualização era de 314,6). Já no que se refere ao continente, a incidência está em 316,6 infetados por 100 mil habitantes (antes era de 319,0).

Já o índice de transmissibilidade mantém-se inalterado, abaixo do valor 1 (0,98), tanto a nível nacional como no continente, refere ainda o relatório da DGS.

Com 948 diagnósticos de COVID-19, o Norte volta a ser a região com o maior número de novos casos, seguido de Lisboa e Vale do Tejo, que reporta 838.

Foram registados mais 2391 casos de pessoas que recuperam da doença, totalizando 952 094."

19 DE AGOSTO

DGS relatório de situação COVID-19

PORTUGAL: Rádio Renascença [14h11] | Número de internamentos desce pelo terceiro dia seguido. "Portugal regista uma nova descida de internamentos por COVID-19, num dia com mais 12 mortes e 2554 novos casos da doença, indica o boletim epidemiológico avançado esta quinta-feira pela Direção-Geral da Saúde (DGS).

Em comparação com quarta-feira, há menos cinco mortes e 429 novas infeções.

O boletim desta quinta-feira dá conta da morte devido à Covid em sete pessoas com mais de 80 anos, três na faixa etária 70-79, três entre os 60 e 69 e uma entre os 40 e 49.

A faixa etária com mais infetados é a dos 20-29, com 743 novas infeções, que representam 30% do total diário de infetados. Entre os 10 e os 19 anos há mais 498 casos.

Desde a chegada da pandemia a Portugal estão confirmadas 17 613 mortes e um milhão e 12 mil infeções.

O número de pessoas internadas com COVID-19 desce pelo terceiro dia consecutivo. Nos hospitais estão agora 688 pessoas com COVID-19, são menos sete no espaço de um dia.

Este é o menor número de internados em enfermaria e cuidados intensivos desde o dia 11 de julho.

No entanto, em unidades de cuidados intensivos (UCI) há mais duas pessoas internadas, num total de 141.

O número de casos ativos aumentou para 44 809, mais 304 num dia.

Recuperam da doença 2238 pessoas. Desde o início da pandemia há registo de quase 950 mil recuperados.

O índice de transmissibilidade (Rt) aumentou de 0,96 para 0,98 no conjunto do país e no continente.

O outro indicador da matriz de risco, a taxa de incidência é agora de 314,6 casos por 100 mil habitantes a nível nacional e de 319 casos no continente."

18 DE AGOSTO

DGS, relatório de situação COVID-19

PORTUGAL: TVI24 [14h02] | 2983 novos casos de infeção. "Portugal registou, nesta quarta-feira, mais 17 mortos e 2983 novos casos de COVID-19, segundo o mais recente boletim epidemiológico da Direção-Geral de Saúde (DGS).

O número de doentes internados está a diminuir: há agora 695 pessoas hospitalizadas (menos 49 do que ontem), das quais 139 estão nos cuidados intensivos (menos cinco).

Das mortes, seis foram registadas na região de Lisboa e Vale do Tejo. A região Centro tem quatro óbitos, o Algarve três, o Norte e o Alentejo registam dois óbitos cada.

A região de Lisboa e Vale do Tejo é também aquela que regista maior número de casos novos: 1146. O Norte tem 858 novos casos e o Centro 419.

Nas últimas 24 horas foram registados mais 2206 casos recuperados.

Atualmente há 44 505 casos ativos de COVID-19 em Portugal, mais 760 do que na terça-feira.

'O R(t) e Incidências não estão atualizados neste Relatório de Situação devido a um atraso no processo', explica a DGS, garantindo que na quinta-feira 'essa situação estará ultrapassada'."

17 DE AGOSTO

DGS, 17 de agosto, relatório de situação COVID-19

PORTUGAL: Diário de Notícias [14h20] | 2118 novos casos de infeção. "Portugal confirmou, nas últimas 24 horas, mais 2118 casos de COVID-19, segundo o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). O relatório desta terça-feira indica que morreram mais 11 pessoas devido à infeção pelo novo coronavírus.

No que se refere à pressão nos hospitais, o boletim diário mostra que o número de internados desce para 744 (menos 24 face ao reportado na segunda-feira). Deste total, 144 estão em unidades de cuidados intensivos, o que corresponde a menos 10 doentes em comparação com o dia anterior.

Em relação à distribuição geográfica dos diagnósticos de COVID-19, a região Norte concentra o maior número de novos casos (775), seguida de Lisboa e Vale do Tejo com 727.

Estas duas zonas do país têm 70,9% do total das novas infeções verificadas nas últimas 24 horas.

Verificam-se ainda mais 265 casos no Centro, 174 no Algarve, 131 no Alentejo, 43 na Madeira e três nos Açores.

As regiões autónomas não reportaram vítimas mortais associadas à COVID-19. Os 11 óbitos registados em 24 horas ocorreram em Lisboa e Vale do Tejo (quatro), no Norte (dois), Centro (dois) Alentejo (dois), Algarve (um).

Relativamente às idades das vítimas mortais, o boletim regista que três tinham mais de 80 anos, sete entre 70 e 79 anos e uma entre 60 e 69 anos.

A faixa etária entre os 20 e os 29 anos volta a ser aquela em que se registaram mais novos casos, com mais 575 infetados nas últimas 24 horas.

Seguem-se as faixas etárias entre os 10 e os 19 anos (443 novos casos) e entre os 30 e os 39 anos (270 novos casos)."

16 DE AGOSTO

DGS, relatório de situação COVID-19

PORTUGAL: Rádio Renascença [14h03] | 1135 novos casos de infeção. "Portugal regista nesta segunda-feira mais 11 mortes e 1135 novos casos de COVID-19, indica o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS).

O número de internados nos hospitais aumentou para 768, no conjunto de enfermarias e cuidados intensivos. São mais 24 doentes no espaço de um dia.

Em enfermarias há mais de 600 internados e em unidades de cuidados intensivos (UCI) estão agora menos três pessoas, num total de 154 pacientes mais graves.

Portugal tem agora 45 304 casos ativos da doença, menos 63 em comparação com o boletim de domingo.

Nas últimas 24 horas recuperaram da doença 1187 pessoas.

Desde o início da pandemia, há mais de 940 mil recuperados, 17 573 mortes e mais de um milhão de casos confirmados (1 004 470).

Em relação à matriz de risco, o índice de transmissibilidade Rt é de 0,96 no conjunto do país e no continente.

A taxa de incidência é de 341,5 casos por 100 mil habitantes a nível nacional e de 318,8 no continente.

Lisboa e Vale do Tejo (LVT) tem o maior número de mortes e de novos casos nesta segunda-feira. Foram confirmados quatro óbitos e 411 infeções.

O Norte registou uma morte e 376 novos casos, o Centro duas mortes e 93 casos, o Alentejo duas mortes e 29 infeções e o Algarve também com dois óbitos e 151 casos.

Nas regiões autónomas, o boletim da DGS dá conta de 45 novos casos nos Açores e 30 na Madeira, sem qualquer vítima mortal no último dia."

15 DE AGOSTO

Boletim Covid

PORTUGAL: RTP [14h05] | Mais 2217 infeções. "O último boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde, que acaba de ser divulgado, reporta mais 13 mortes associadas à COVID-19 e 2217 novos casos de infeção.

O número de internados aumentou, nas últimas 24 horas, em 17, para um total de 744. Nos cuidados intensivos permanecem 157 pessoas, menos quatro do que na véspera.

A incidência nacional é de 319,9 casos de infeção por 100 mil habitantes. O R(t) nacional é de 0,95.

A maior parte das novas infeções diagnosticadas nas últimas 24 horas voltam a ser repartidas pela regiões de Lisboa e Vale do Tejo (813 novos casos) e do Norte (678 novos casos).

Desde o início da pandemia, em março de 2020, morreram em Portugal 17 562 pessoas e foram diagnosticados 1 003 335 casos de infeção."

14 DE AGOSTO

DGS 14 de agosto, relatório de situação covid-19

PORTUGAL: SIC Notícias [14h02] | 2571 novos casos de infeção. "Portugal contabiliza neste sábado mais 12 mortes e 2571 novos casos de COVID-19, segundo o relatório diário da Direção-Geral da Saúde (DGS).

Desde o início da pandemia, Portugal já registou 17 549 mortes e 1 001 118 casos de infeção pelo vírus SARS-CoV-2, estando neste sábado ativos 44 193 casos, menos 262 em relação a sexta-feira.

O boletim da DGS revela que estão internados 727 doentes, menos 5 do que sexta-feira. Nos cuidados intensivos estão 161 doentes, menos 1.

Os dados indicam ainda que mais 2821 doentes foram dados como recuperados, fazendo subir para 939 376 o número total de recuperados desde o início da pandemia em Portugal, em março de 2020.

As autoridades de saúde têm sob vigilância 56 385 contactos, menos 738 relativamente ao dia anterior.

A taxa de incidência de infeções pelo coronavírus SARS-CoV-2 nos últimos 14 dias baixou novamente no continente e a nível nacional, enquanto o índice de transmissibilidade (Rt) voltou a aumentar, passando de 0,94 para 0,95.

O boletim epidemiológico conjunto da Direção-Geral da Saúde e do Instituto Nacional da Saúde Doutor Ricardo Jorge revela que a taxa de incidência (média de novos casos por 100.000 habitantes nos últimos 14 dias) desceu para 319,9, a nível nacional.

Em Portugal continental, a taxa de incidência desceu para 324,6 (na quarta-feira situava-se nos 331,6).

O Rt (que estima o número de casos secundários de infeção resultantes de uma pessoa portadora do vírus) é hoje de 0,95 em todo o território de Portugal.

Os dados do Rt e da incidência de novos casos por 100 mil habitantes a 14 dias (indicadores que compõem a matriz de risco de acompanhamento da pandemia) são atualizados pelas autoridades de saúde à segunda-feira, à quarta-feira e à sexta-feira."

13 DE AGOSTO

DGS, relatório de situação COVID-19

PORTUGAL: Diário de Notícias [14h28] | 2598 novos casos de infeção. "Portugal registou mais 2598 casos e 12 mortes por COVID-19 nas últimas 24 horas, indica o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS) desta sexta-feira, 13 de agosto. Entre as vítimas mortais está um homem entre os 20 e os 29 anos.

O país contabiliza agora um total de 998 547 casos e 17 537 óbitos desde o início da pandemia.

Há agora 44 455 casos ativos de infeção por SARS-CoV-2, mais 48 do que na véspera, quando já se tinha registado um aumento.

Relativamente a hospitalizações, há agora 732 pessoas internadas (menos 22), 162 das quais em unidades de cuidados intensivos (menos sete do que na véspera). O número de internamentos é o mais baixo desde 12 de julho, quando se registavam 729 hospitalizações. Em UCI é o mais reduzido desde 13 de julho, quando estavam internadas 161 pessoas.

O boletim da DGS aponta também que há mais 2 538 recuperados da doença, num total de 936 555.

Lisboa e Vale do Tejo foi a região que registou mais novos casos (1001), seguida de Norte (862), Centro (270), Algarve (258), Alentejo (118), Açores (53) e Madeira (36).

Os óbitos foram distribuídos por Lisboa e Vale do Tejo (cinco), Norte (dois), Alentejo (dois) e Algarve (três).

A taxa de incidência baixou de 331,6 para 324,6 casos por COVID-19 por 100 mil habitantes no continente e de 326,5 para 319,9 a nível nacional.

Já o R(t) subiu de 0,94 para 0,95 tanto a nível nacional como no continente."

12 DE AGOSTO

Portugal: RTP [15h11] | 2708 novos casos. "Portugal registou 2708 casos e 11 mortos nas últimas 24 horas devido à COVD-19. Segundo o boletim da Direção-Geral de Saúde, há mais 488 casos ativos, 2209 recuperados e menos 836 contactos em vigilância.

Lisboa e Vale do Tejo reportou 1036 novos casos, a região Norte 915, o Centro mais 290, o Algarve 257 e o Alentejo 130.

Já na Madeira foram registados mais 49 casos e nos Açores mais 31. Os internamentos continuam a descer: estão 754 doentes internados em enfermarias, menos 31 do que ontem, e 169 em unidades de cuidados intensivos, menos 12 que nas 24 horas anteriores."

11 DE AGOSTO

DGS, relatório de situação, COVID-19

PORTUGAL: Rádio Renascença [14h04] | 2948 novos casos. "Portugal registou nesta quarta-feira mais 12 mortes pela COVID-19 e 2948 novos casos, segundo os dados do mais recente boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). No total, morreram 17 514 pessoas por COVID-19 desde o início da pandemia e foram registados 993 241 casos.

O índice de transmissibilidade, o R(t), voltou a subir nesta quarta-feira, 0,93 para 0,94 no país. A taxa de incidência, por outro lado, voltou a cair, de 336,1 casos para 326,5 casos por 100 mil habitantes nos últimos 14 dias.

Os internamentos voltaram a descer e voltaram a ficar abaixo de 800 internados. Estão internadas 785 pessoas devido à doença (menos 44 em relação ao dia anterior). Dessas, 181 estão em unidades de cuidados intensivos, menos cinco do que na terça-feira.

Recuperaram da COVID-19 mais 2261 pessoas, elevando o total para 931 808 recuperados.

Em relação aos casos ativos, o número desceu novamente, para 43 919 casos ativos, mais 615 em relação ao dia anterior. O número de casos ativos resulta da subtração dos recuperados e dos óbitos ao total de casos.

10 DE AGOSTO

DGS, relatório de situação, COVID-19

PORTUGAL: Diário de Notícias [14h06] | Mais 2232 casos de infeção. "Portugal registou mais 2232 casos e 17 mortes por COVID-19 nas últimas 24 horas, indica o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS) desta terça-feira, 10 de agosto.

O país contabiliza agora um total de 990 293 casos e 17 502 óbitos desde o início da pandemia.

Há agora 43 244 casos ativos de infeção por SARS-CoV-2, menos 1490 do que na véspera, quando já se tinha verificado uma diminuição.

Relativamente a hospitalizações, há agora 829 pessoas internadas (menos 28), 186 das quais em unidades de cuidados intensivos (menos três do que na véspera), o que contraria a tendência de subida registada nos dias anteriores.

O boletim da DGS aponta também que há mais 3705 recuperados da doença, num total de 929 547.

O Norte voltou a ser a região que registou mais novos casos (794), seguida de Lisboa e Vale do Tejo (747), Centro (307), Algarve (207), Alentejo (85), Açores (63) e Madeira (29).

Os óbitos foram distribuídos por Lisboa e Vale do Tejo (13), Norte (dois) e Alentejo (dois).

A taxa de incidência permanece em 341,4 casos por COVID-19 por 100 mil habitantes no continente e em 336,1 a nível nacional.

Já o R(t) continua a 0,93 tanto a nível nacional como no continente."

9 DE AGOSTO

Boletim diário Covid-19

PORTUGAL: RTP [14H15] | 1094 novas infeções e 18 mortes. "Portugal regista 1094 novas infeções e mais 18 mortes por COVID-19, além de um aumento nos internamentos, segundo dados oficiais. De acordo com o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS) estão internadas 857 pessoas com COVID-19, mais oito em relação a domingo, 189 das quais em cuidados intensivos, mais cinco nas últimas 24 horas. A área de Lisboa e Vale do Tejo com 374 casos e a região Norte com 393 têm 70,1% do total das novas infeções verificadas. As 18 mortes ocorreram na região de Lisboa e Vale do Tejo [11], na região Norte [4] no Alentejo [2] e no Algarve [1]. Relativamente às idades das vítimas o boletim revela que 11 tinham mais de 80 anos, quatro entre os 70 e os 79 anos, duas entre os 60 e os 69 e uma entre os 50 e os 59 anos."

8 DE AGOSTO

DGS, relatório de situação COVID-19

PORTUGAL: Diário de Notícias [14h04] | 1982 novos casos de infeção. "Portugal registou nas últimas 24 horas mais 1982 casos de novas infeções por SARS CoV-2 e mais 10 mortes, segundo os dados do boletim da Direção-Geral da Saúde (DGS) deste domingo, 8 de agosto.

Há ainda a registar 849 internamentos, mais 11 do que no sábado. Deste total, 184 doentes estão a receber cuidados em unidades de intensivos, mesmo assim menos dois do que no dia de ontem, sábado.

A região de Lisboa e Vale do Tejo continua à frente no número de casos e de mortes, tendo registado 742 infeções nas últimas 24 horas e seis mortes. A região do Norte teve 651 novos casos e uma morte, o Algarve teve 224 infeções, mas zero mortes, o Centro teve 214 infeções e três mortes e o Alentejo 95 casos e zero mortes.

Quanto às ilhas, os Açores registaram 41 casos e a Madeira 15, ambos sem registo de óbitos.

O boletim diário da DGS revela ainda que, neste domingo, há 44 933 casos ativos de infeção, mais 915 do que no dia anterior, e 63 995 contactos em vigilância, mais 56 do que no sábado.

Ao todo, o país soma 986 967 casos de infeção desde o início da pandemia, 17 467 mortes e 924 567 casos recuperados.

O R (t), índice de transmissibilidade, mantém-se em 0,92 no continente e a nível nacional. A incidência também estabilizou nos últimos dias em 362,7 casos por 100 000 habitantes a nível nacional e em 369,2 casos por 100 000 habitantes no continente."

7 DE AGOSTO

Boletim DGS

PORTUGAL: RTP [14h20] | Mais 2621 casos e 17 mortes nas últimas 24 horas, internamentos baixam. "Portugal registou nas últimas 24 horas mais 2621 casos confirmados de COVID-19, mais 17 mortes e uma redução nos internamentos hospitalares, segundo os dados oficiais hoje divulgados.

O boletim da Direção-Geral da Saúde (DGS) revela que existem agora 838 pessoas internadas em enfermaria, menos 28 do que no dia anterior, e 186 pessoas em unidades de cuidados intensivos, menos oito em relação à atualização de dados anterior."

6 DE AGOSTO

Números Covid-19

PORTUGAL: Público [15h00] | 18 mortes e 2377 novos casos. Incidência continua a descer. "Há atualmente 866 pessoas internadas, menos 32 do que no último balanço. R(t) mantém-se e incidência continua a descer.

Portugal registou na quinta-feira 18 mortes e 2377 infeções pelo novo coronavírus, de acordo com o boletim da Direção-Geral da Saúde (DGS) divulgado esta sexta-feira. No total, desde o início da pandemia já foram reportados 982 364 casos de COVID-19 e 17 440 óbitos associados à doença.

O número de pessoas hospitalizadas desceu tanto em enfermaria como em unidades de cuidados intensivos (UCI). No total, há atualmente 866 internamentos, menos 32 do que no último balanço. Desses, 194 doentes estão em UCI, menos duas pessoas que na quarta-feira.

Recuperaram da doença 2911 pessoas em 24 horas. No total, contam-se 920 278 pessoas que conseguiram recuperar da infeção desde o início da pandemia.

De acordo com a DGS, há 44 646 casos ativos da doença, menos 552 em relação a quarta-feira. Este número é conseguido depois de subtraídos o número de mortes e de recuperados ao número total de casos.

Os indicadores da matriz de risco que guia o desconfinamento foram também atualizados no boletim desta sexta-feira: o índice de transmissibilidade da doença – designado por R(t) –, situa-se nos 0,92 tanto a nível nacional como em Portugal continental, mantendo assim o valor registado na quarta-feira, data em que as autoridades de saúde atualizaram estes valores pela última vez."

5 DE AGOSTO

Relatório DGS, COVID-19

PORTUGAL: SIC Notícias [14h17] Nova redução no número de internamentos. "Portugal contabiliza nesta quinta-feira mais 10 mortes, incluindo uma criança com idade entre 0 e 9 anos, e 2581 novos casos de COVID-19, segundo o relatório diário da Direção-Geral da Saúde (DGS). Há novamente uma redução no número de internamentos, pelo terceiro dia consecutivo.

A área de Lisboa e Vale do Tejo com 947 casos e a região Norte com 866 têm 70,2% do total das novas infeções verificadas nas últimas 24 horas.

As 10 mortes ocorreram na região de Lisboa e Vale do Tejo (3), na região Norte (2) na região Centro (3), no Algarve (1) e no Alentejo (1).

Relativamente às faixas etárias, o boletim revela que do total de mortes notificadas nas últimas 24 horas, sete tinham mais 80 anos, uma entre 70 e 79, uma entre 40 e 49 e uma entre 0 e 9 anos de idade.

O boletim da DGS revela que estão internados 898 doentes, menos 21 do que ontem.

Nos cuidados intensivos estão 196 doentes, menos 8.

Os dados indicam ainda que mais 4747 doentes foram dados como recuperados, fazendo subir para 917 367 o número total de recuperados desde o início da pandemia em Portugal, em março de 2020.

As autoridades de saúde têm sob vigilância 69 386 contactos, menos 923 relativamente ao dia anterior.

Desde o início da pandemia, Portugal já registou 17 422 mortes e 979 987 casos de infeção pelo vírus SARS-CoV-2, estando hoje ativos 45 198 casos, menos 2176 em relação a ontem.

A taxa de incidência nacional é de 376,9 casos de infeção por 100 000 habitantes. No continente está nos 384,5 casos por 100 000 habitantes.

O R(t) nacional e no continente está em 0,92."

4 DE AGOSTO

Boletim DGS

PORTUGAL: Rádio Renascença [13h56] | R volta a baixar em dia com mais 15 mortos e 3203 infetados. "O boletim diário da Direção-Geral da Saúde regista, nas últimas 24 horas, mais 15 mortos e 3203 infetados com COVID-19.

O documento indica ainda que o valor do R(t) continua a descer e está agora nos 0,92. A incidência também recua e, no semáforo da pandemia, Portugal aproxima-se cada vez da zona laranja.

De acordo com os números desta quarta-feira, o número de internados desceu para 919, menos 26 do que ontem, sendo que em cuidados intensivos mantém-se 204 pessoas (sem variação relativamente a ontem).

A faixa etária que regista maior aumento de casos é entre os 20 e os 29 anos, com 721 novos casos, seguido da faixa entre os 10 e os 19 anos, com 660.

Quanto às vítimas mortais, 11 dos 15 óbitos foram de pessoas com mais de 80 anos, três pessoas entre os 70 e os 79 anos e uma entre os 60 e os 69 anos.

Desde o início da pandemia, Portugal registou 977 406 casos da doença, dos quais 17 412 acabaram por morrer e 912 620 conseguiram recuperar."

3 DE AGOSTO

DGS, relatório de situação COVID-19

PORTUGAL: Rádio Renascença [13h40] | 2076 novos casos de infeção. "Portugal registou nesta segunda-feira mais 19 mortes pela COVID-19 e 2076 casos, segundo os dados do mais recente boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). No total, morreram 17 397 pessoas por COVID-19 desde o início da pandemia e foram registados 974 203 casos.

O índice de transmissibilidade, o R(t), desceu na segunda-feira para 0,94 no país, não havendo atualização destes dados esta terça-feira. A taxa de incidência é de 394,6 casos por 100 mil habitantes nos últimos 14 dias.

Os internamentos desceram, depois de dois dias consecutivos de aumento considerável. Estão internadas 945 pessoas devido à doença (menos 23 em relação ao dia anterior). Dessas, 204 estão em unidades de cuidados intensivos, mais uma do que na segunda-feira.

Recuperaram da COVID-19 mais 4368 pessoas, elevando o total para 909 330 recuperados.

Em relação aos casos ativos, o número desceu novamente, para 47 476 casos ativos, menos 2311 em relação ao dia anterior. O número de casos ativos resulta da subtração dos recuperados e dos óbitos ao total de casos.

Dos 2076 novos casos, 799 foram registados na região de Lisboa e Vale do Tejo. Na região Norte, foram registados 720 novos casos, na região Centro 274 casos, na região do Alentejo 121 casos e na região do Algarve 120 casos."

2 DE AGOSTO

Relatório COVID-19 2 de agosto

PORTUGAL: RTP [14h06] | 1190 novos casos e nove óbitos. "Nas últimas 24 horas Portugal registou mais 1190 infeções e nove mortos devido à COVID-19.

Há menos 267 casos ativos, assim como menos 1538 contactos em vigilância. Segundo o relatório da DGS [Direção-Geral de Saúde], registam-se também mais 1448 recuperados.

Lisboa e Vale do Tejo foi a região que reportou mais novos casos desde domingo, somando mais 444 infeções. Segue-se a região Norte com mais 420 infetados, o Algarve com mais 140, a região Centro com mais 83 e o Alentejo com mais 27. Nos Açores contabilizaram-se 50 novos casos e na Madeira 26.

Os internamentos continuam a aumentar: há mais 45 doentes em enfermarias (no total de 968) e mais três em Unidades de Cuidados Intensivos (no total de 203)."

1 DE AGOSTO

DGS, relatório de situação COVID-19

PORTUGAL: SIC Notícias [14h06] | 2306 novos casos de infeção. "Portugal contabiliza neste domingo mais 8 mortes e 2306 novos casos de COVID-19, segundo o relatório diário da Direção-Geral da Saúde (DGS).

Desde o início da pandemia, Portugal já registou 17 369 mortes e 970 937 casos de infeção pelo vírus SARS-CoV-2, estando hoje ativos 50 054 casos, mais 798 em relação a ontem.

O boletim da DGS revela que estão internados 923 doentes, mais 28 do que ontem.

Nos cuidados intensivos estão 200 doentes, mais 5.

Os dados indicam ainda que mais 1500 doentes foram dados como recuperados, fazendo subir para 903 514 o número total de recuperados desde o início da pandemia em Portugal, em março de 2020.

As autoridades de saúde têm sob vigilância 75 709 contactos, menos 1746 relativamente ao dia anterior."

Ver números de julho AQUI.

Ver números de junho AQUI.

Ver mais informação COVID-19 AQUI.

Fotos: Arquivo
Última atualização: 31 de agosto de 2021

Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar