Futebol feminino

28 setembro 2022, 21h46

Festejos do Benfica

RESUMO DO JOGO

Liga dos Campeões
Ronda 2
(2.ª mão)
RESULTADO FINAL
após prolongamento
INT: 0-0
Tempo regulamentar: 0-1
Benfica 2
Rangers 1
Marcadoras
Cloé Lacasse 93'
Jéssica Silva 119'
Watson 87'

Após prolongamento, o Benfica venceu o Rangers por 2-1 no jogo da 2.ª mão da Ronda 2 de qualificação para a Liga dos Campeões, no Benfica Campus, e (é inédito no futebol português) apurou-se para a fase de grupos da prova pelo segundo ano consecutivo! Na Escócia, recorde-se, as encarnadas haviam triunfado por 2-3.

Determinada em fazer novamente história, a equipa do Benfica entrou no encontro, com uma atitude mais ofensiva e cedo começou a procurar a baliza contrária, perante o entusiasmo dos cerca de 1000 adeptos que davam voz aos incentivos nas bancadas. Aos 3' Nycole deu o primeiro sinal de perigo após ultrapassar várias adversárias, mas McLauchlan travou-lhe a investida.

À acutilância das encarnadas respondia o Rangers com uma linha defensiva compacta e larga.

Aos 9', Cloé Lacasse fez um brilharete. A avançada internacional canadiana segurou o esférico, fintou McLauchlan e cruzou para a área, onde se encontrava Ana Vitória, mas esta não chegou a tempo de cabecear a bola. Sempre no controlo do jogo, o Benfica acumulou oportunidades e ao minuto 14 protagonizou outro bom momento. Ana Vitória progrediu no campo, tirou várias jogadoras da frente e rematou ao poste! Valéria ainda aproveitou o esférico, mas o mesmo saiu com demasiada força.

Ana Vitória

No final da partida, o Presidente Rui Costa desceu da bancada e parabenizou todo o grupo de trabalho pelo feito

O jogo concentrava-se no meio-campo da formação escocesa, mas aos 15' o Rangers levou perigo pela primeira vez à área do Benfica, com remate de McCoy ao lado da baliza. No entanto, quem mandava no encontro eram as Inspiradoras...

Volvidos dois minutos (17'), grande oportunidade para Andreia Faria, depois de um brilhante trabalho de Cloé Lacasse, a lançar-se em corrida e a percorrer meio campo até servir a internacional portuguesa, que rematou para defesa de Esson. Inspirada, Andreia Faria voltou a aquecer o jogo aos 27', quando encheu o pé e disparou para nova defesa da guardiã do Rangers.

Aos 29' Valéria rasou o poste da baliza adversária. Só dava Benfica, impulsionado pelo forte apoio dos adeptos nas bancadas, onde também se encontrava o Presidente Rui Costa!

Andreia Faria

Aviso após aviso, faltava o golo e foram várias as oportunidades colecionadas até ao intervalo. No minuto 33, Andreia Norton passou a bola a Valéria, que, infeliz na finalização, atirou contra o corpo de Arnot. Quatro minutos depois (37'), Pauleta trabalhou com Valéria, que, dominante na direita, entregou ao centro para Ana Vitória, mas a bola sofreu um desvio antes do cabeceamento da camisola 10.

Às tímidas aproximações das forasteiras na grande área respondiam as encarnadas com toda a eficácia, a limparem a mínima hipótese. Já no tempo de compensação, aos 45'+1', Rute Costa fez a sua primeira intervenção de vulto, agarrando uma bola de Arnot.

Sem tempo para mais, a partida chegou ao intervalo com um 0-0 no marcador.

Valéria

O jogo recomeçou com menos intensidade por parte do Benfica e um crescimento paulatino do Rangers. A falta de pontaria das encarnadas, essa, manteve-se. Aos 49' Ana Vitória rematou por cima da baliza; aos 50' Valéria, de frente para a baliza, deixou para Ana Vitória, mas a defensiva escocesa cortou antes de a bola chegar à internacional brasileira.

O Rangers viu bons momentos aos 76', através de Watson, para defesa de Rute Costa, e aos 78', quando Kerr atirou ao lado.

Uma das melhores oportunidades das águias na segunda parte foi aos 83', por Cloé Lacasse. A avançada canadiana trabalhou sozinha, segurou a bola, mas no momento de rematar conteve-se, permitindo a Esson a defesa.

Poucos minutos depois, aos 87', o Benfica sofreu golo, da autoria de Watson, após canto batido por Nolf na direita. Estava feito o 0-1 na partida, 3-3 na eliminatória.

Golo do Benfica

A reação ao golo surgiu em campo e nas bancadas, onde os adeptos fizeram ouvir o apoio à equipa. Apesar das várias tentativas, o Benfica não conseguiu marcar e a partida seguiu para prolongamento.

E que início de prolongamento! Para júbilo dos Benfiquistas e das jogadoras, que não viam o reflexo da sua prestação no resultado, Cloé Lacasse marcou aos 93' e colocou o Glorioso em vantagem e novamente com um pé na fase de grupos!

Aos 110' os ânimos exaltaram-se, após expulsão de Lúcia Alves. A defesa encarnada, que já havia sido amarelada durante a partida, viu o segundo cartão amarelo após ser empurrada por Kerr e as duas se terem desentendido.

A resposta do Benfica, em desvantagem numérica, não podia ter sido melhor! Já com o apuramento à vista, a recém-entrada Jéssica Silva fez o 2-1 aos 119' e colocou um ponto final na história: 2-1 na partida da 2.ª mão, 5-3 no agregado da Ronda 2 e as Inspiradoras estão pela segunda vez consecutiva entre as 16 melhores equipas da Europa!

O sorteio da fase de grupos realiza-se na próxima segunda-feira, 3 de outubro, em Nyon, às 12h00 de Portugal Continental.

Filipa Patão

DECLARAÇÕES

Filipa Patão (treinadora do Benfica): "Na primeira parte, o jogo poderia ter ficado logo resolvido com quatro ou cinco golos para nós. Na segunda parte, perdemos um pouco de critério com bola, porque assumimos uma pressão alta durante todo o jogo e quebrámos um pouco fisicamente. Em termos de situações de golo, o Rangers aproveitou uma falha nossa. Não tivemos eficácia, mas, com uma alma muito grande, mostrámos que é muito difícil quebrarem-nos, independentemente de momentos menos bons. As nossas jogadoras tiveram capacidade para dar a volta às adversidades e só posso estar satisfeita com a alma benfiquista desta equipa, que se sente do primeiro ao último minuto. Para nos quebrarem é preciso muito, e elas acreditam no processo. Independentemente de termos ficado com menos uma jogadora [perto do final do prolongamento], conseguimos ser inteligentes e ter uma atitude tremenda. Elas souberam sofrer e estão de parabéns! Somos uma equipa muito jovem, a evoluir imenso e que está a dar um salto qualitativo para o Clube e para Portugal. Pela segunda vez, conseguimos um feito histórico, mas ainda há muito a melhorar e a crescer."

Cloé Lacasse

Cloé Lacasse (avançada do Benfica): "Dominámos na primeira parte, mas não fomos capazes de concretizar e o futebol pode ser cruel. Depois, sofremos um golo na segunda parte e tivemos de lutar mais, e com este apoio só poderíamos vencer. Para nós, este é um momento de orgulho, pois uma equipa tão jovem está na Champions pela segunda vez consecutiva. Só queremos continuar a fazer história e que os Benfiquistas nos continuem a apoiar para progredirmos."

Benfica-Rangers
2-1 (após prolongamento)
Benfica Campus
Onze do Benfica
Rute Costa, Carole Costa, Ana Seiça, Lúcia Alves, Pauleta, Andreia Faria (Christy Ucheibe, 109'), Andreia Norton (Jéssica Silva, 109'), Ana Vitória, Valéria Cantuário (Maria Negrão, 74'), Cloé Lacasse e Nycole (Marta Cintra, 59')
Suplentes
Katelin Talbert, Carolina Vilão, Sílvia Rebelo, Carolina Correia, Christy Ucheibe (109'), Maria Negrão (74'), Daniela Silva, Marta Cintra (59'), Lara Pintassilgo, Jéssica Silva (109') e Beatriz Nogueira
Onze do Rangers
Esson, McLauchlan (Orschmann, 98'), Middag, Martinez, Docherty, Hay (Howat, 78'), Cornet, Kerr, Maclean (Watson, 57'), Arnot (Nolf, 57') e McCoy (Mcleary, 98')
Suplentes
Fife, Inman, Orschmann (98'), Howat (78'), Cavanagh, Austin, Mcleary (98'), Nolf (57'), Watson (57') e Gray
Ao intervalo 0-0
No final dos 90 minutos 0-1
Golos
Benfica: Cloé Lacasse (93') e Jéssica Silva (119'); Rangers: Watson (87')

Texto: Rafaela Certã Alves e Paulo Nunes Teixeira
Fotos: Victoria Ribeiro / SL Benfica
Última atualização: 29 de setembro de 2022

Patrocinadores Futebol Feminino


Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar