Futebol

17 maio 2022, 19h21

Festejos dos Juniores do Benfica

RESUMO DO JOGO

O Benfica acertou calendário com a vitória diante do Estoril, por 3-1, em jogo da 9.ª jornada da fase de apuramento de campeão do Campeonato Nacional de Juniores. No Campo n.º 1 do Benfica Campus, Pedro Santos, Diego Moreira e João Resende fizeram os golos que devolveram os encarnados à liderança da classificação.

Início de partida muito amarrado no Seixal, com o Benfica a ter mais posse de bola, a tentar abrir espaços através do ataque continuado ou transições rápidas, mas a encontrar um Estoril bem montado defensivamente e até algo recuado no terreno de jogo.

Sem oportunidades de golo, o safanão no jogo deu-se aos 25'. Jogada de Gonçalo Negrão pela direita, serviu Hugo Félix, que tirou um adversário do caminho e rematou de pé esquerdo à barra da baliza estorilista. Aos 37', uma vez mais, os encarnados perto do golo. Cruzamento de Pedro Santos, António Silva desviou, mas Diogo Dias sacudiu.

O Benfica intensificava a pressão e o golo surgiu perto do descanso. Antes, aos 44', segundo tiro de Hugo Félix à barra da baliza do Estoril; as águias insistiam e, aos 45', inauguraram o marcador com um golaço. Cruzamento de Diego Moreira na esquerda e Pedro Santos, com um pontapé de bicicleta, fez o 1-0 com que se chegou ao intervalo.

Benfica-Estoril

Na segunda parte, e por estar a perder, o Estoril surgiu mais afoito, com as linhas mais subidas e a arriscar. Aproveitou o Benfica para ser ainda mais perigoso e resolver a contenda... O 2-0 surgiu aos 55', por Diego Moreira, com o extremo a encostar após boa jogada coletiva. Volvidos quatro minutos, aos 59', João Resende fez o 3-0, com uma conclusão à ponta de lança após cruzamento de Hugo Félix desde o corredor direito.

A partir daqui, e com o resultado resolvido, os dois treinadores refrescaram as respetivas equipas, mexendo nas peças. Um dos que foram lançados na etapa complementar, Ricardo Nóbrega Marques, ficou perto de ser feliz, aos 78', mas o remate cruzado saiu ao lado, isto após ter recebido o esférico de Diego Moreira, numa recuperação de bola em zona adiantada. Antes do apito final, aos 89', João Freitas, assistido por Tiago Parente, bateu André Gomes e fixou o resultado final em 3-1.

Com o calendário acertado, o Benfica salta para o comando da classificação, com 27 pontos, tendo vantagem no confronto direto com o FC Porto (também com 27 pontos). Na 13.ª jornada, o Glorioso desloca-se ao reduto do Alverca.

Benfica-Estoril

Benfica-Estoril
3-1
Benfica Campus (Campo n.º 1)
Onze do Benfica
André Gomes, Gonçalo Negrão (64', Diogo Spencer), José Müller, António Silva, Guilherme Montoia, Nuno Félix, Diogo Prioste, Hugo Félix (87', José Marques), Pedro Santos (75', Ricardo Nóbrega Marques), Diego Moreira (87', Vladimir Mendes) e João Resende (75', Franculino Djú)
Suplentes
Thiago Pereira, Vladimir Mendes (87'), Hugo Faria, Diogo Spencer (64'), José Marques (87'), Ricardo Nóbrega Marques (75') e Franculino Djú (75')
Onze do Estoril
Diogo Dias, João Freitas, Diogo Brasido, Miguel Duarte (68', Rodrigo Ribeiro), João Felício, Gustavo Rodrigues, João Batista, Rodrigo Conceição (57', Diogo Grima), Tiago Duarte (72', Afonso Teixeira), Gabriel Tavares (57', Tiago Parente) e Rafael Piteira (46', Rodrigo Martins)
Suplentes
Tiago Serra, Tiago Parente (57'), Rodrigo Ribeiro (68'), Tomás Valas, Diogo Grima (57'), Afonso Teixeira (72') e Rodrigo Martins (46')
Ao intervalo 1-0
Golos
Benfica: Pedro Santos (45'), Diego Moreira (55') e João Resende (59'); Estoril: João Freitas (89')

Texto: Marco Rebelo
Fotos: Cátia Luís / SL Benfica
Última atualização: 17 de maio de 2022

Patrocinadores principais do Futebol


Relacionadas

Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar